Comunicação, em qualquer cenário

Claudia Rondon*

O ano começa com desafios no Brasil e no mundo. Aqui, todos miram Brasília, à espera de medidas que ajudem a retomar o crescimento da economia e reduzam o nível de desemprego.

O mundo volta os olhos para Washington, aguardando os passos do novo presidente, que promete fechar o mercado americano a produtos estrangeiros. A China defende a globalização, pois seus produtos são vendidos em todas as partes do globo. A Rússia parece assistir de camarote ao duelo sino-americano, mas seu líder age nos bastidores e influencia políticas internas, como acusa a CIA. A Europa está ocupada em resolver problemas internos, especialmente o Brexit e a absorção dos imigrantes.

A contenda entre as potências pode ter reflexos diretos na economia brasileira. A previsão do governo é de um PIB 2% maior, com lenta recuperação do emprego. Como diz a jornalista Cida Damasco, em sua coluna de 19 de janeiro no Estadão: “O mais preocupante é que o desalento do trabalhador reflete – e também é um reflexo – o desalento dos empregadores”.

Há um dado positivo: a queda da inflação. Isso pode resultar em redução de juros – e o governo já sinaliza nessa direção, o que ajuda o crédito e o ritmo da economia. No encontro de Davos, a impressão é que o Brasil pode voltar a receber investimentos. Ainda há muitas variáveis no cenário.

Para quem faz comunicação corporativa, o momento é de disciplina econômico-financeira e de muita criatividade, com responsabilidade, para atender às necessidades de comunicação dos clientes. Comunicar, em qualquer cenário, é fundamental.

A comunicação estratégica com os públicos de interesse reverte em negócios, motiva os funcionários e viabiliza investimentos. Como resultado, ajuda a economia como um todo.

 

Claudia Rondon é presidente do Conselho Diretivo da Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom) e presidente e fundadora da RP1 Comunicação

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *